quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Receitas Caseiras para cochonilhas

Receitas caseiras para combater cochonilhas de suculentas


Indiscutivelmente os inseticidas são eficazes na hora de combater as pragas que atacam as suculentas e plantas em geral, porém até os menos agressivos e com grau baixo de toxicidade são perigosos para os homens e animais. 
Receitas caseiras tem benefícios  importantes, pois além de baratas são fáceis de fazer e não precisam de um aparato de proteção para a aplicação. Um ponto importante que vale ser ressaltado é que a maioria das suculentas são muito sensíveis aos inseticidas, estes retiram a cera protetora de suas folhas alterando sua coloração, enfraquecendo-as e tornando-as feias. 
Ainda assim destaco que quando plantas são atacadas por pragas e doenças são em decorrência de condições não ideais para o desenvolvimento das mesmas, sejam suculentas ou não, então em alguns casos fazer uma limpeza na planta e substituí-la de vaso e substrato já pode ser muito eficaz para o desaparecimento das praguinhas. Mudar de lugar o vaso também pode ser interessante, talvez ela esteja recebendo muito ou pouco sol (normalmente pouco), ou talvez esteja com muita água. Algumas atitudes bem simples podem modificar totalmente o ambiente e melhorar a saúde da planta.
Abaixo você vai encontrar duas receitinhas caseiras que são eficazes no combate à pragas comuns das suculentas, as medidas são para grandes quantidades, mas você pode diminuí-las ou quem sabe fazer em conjunto com um vizinho ou amigo. 

Receitas caseiras contra cochonilhas:

- Emulsão de óleo mineral: (pode ser recalculada para menores quantidades)
  • 2 litros de água;
  • 1 kg de sabão neutro;
  • 8 litros de óleo mineral.
Pique o sabão misture com o óleo e a água e leve ao fogo mexendo sempre até ferver e adquirir uma consistência de pasta, guardar em um pote bem tampado. Na hora de usar dissolva cerca de 50g da pasta em água morna e dilua tudo em 3 litros de água. 


- Calda de fumo:
  • 100g de fumo de corda;
  • 1/2 litro de álcool;
  • 1/2 litro de água;
  • 100 gramas de sabão em barra neutro.

Misture o fumo cortado em pedaços pequenos ao álcool e a água e deixa essa mistura curtir por cerca de 15 dias, Após esse período, corte o sabão em pedacinhos e dissolva em 10 litros de água. Misture o sabão à calda de fumo curtida, em áreas de ataque muito intenso pulverize a mistura diretamente sobre as plantas, repita o processo uma vez por semana.

Minha técnica:
Algumas coisas foram dando certo ao longo dos anos, pode não ser a a técnica mais correta, mas pra mim funciona e vou dividir com vocês esse procedimento. Quando você se depara com uma suculenta atacada por cochonilhas por exemplo, a primeira etapa a ser seguida é a limpeza da planta, que pode ser feita com água e sabão neutro de coco diluído, se o ataque for muito intenso, provavelmente as raízes também estão atacadas, o que eu faço nessa situação é retirar totalmente a raiz da planta e literalmente lavá-la em água corrente com uma certa pressão, para que todas as cochonilhas sejam retiradas, tome cuidado para não quebrar as folhas das suculentas e com carinho abra todos os espaços para uma limpeza completa, após esse procedimento deixo  a parte do caule cicatrizar por alguns dias sem luz solar direta, esse momento de cicatrização é importante pois diminui a chance de novas doenças aparecerem. Então preparo um substrato misturando partes de granitina que são predrinhas bem pequenas (uma parte), junto a um substrato de boa qualidade de composto esterilizado (duas partes), isso evita muito o aparecimento de novas pragas, só depois aplico um spray de óleo de neem, que não é agressivo e pode ser encontrado em qualquer casa do ramo, nas primeiras semanas faço aplicações repetidas de óleo de neem até que a planta fique livre do ataque.

A observação deve ser constante, de repente a planta sadia pode ser surpreendida por esses insetos e o combate logo no primeiro aparecimento garante a boa saúde da sua coleção, já que elas se espalham rapidamente, caules das flores são muito apreciados por pragas, corte-os fora assim que as flores secarem, em alguns casos mais intensos corto antes mesmo das flores abrirem, é uma pena pois o legal é ver a floração exuberante e muito esperada delas, mas isso se faz necessário para um bom desenvolvimento.

Um comentário:

  1. ESTOU ENCANTADA, nunca tinha visto tanta beleza como essas suculentas tudo que vc postou aqui é lindo cheio de arte e a natureza agradecendo e se mostrando em um imenso brilho e colorido intenso com suas formas geometricas e misteriosamente lindas, muito obrigada! Ainda não li tudo mais gostaria de pedir logo orientação de onde comprar sementes ou mudas variadas para começar minha coleção, um forte abraço e sucesso!

    ResponderExcluir

CRÉDITOS E DIREITOS AUTORAIS DE IMAGENS

A grande maioria das imagens utilizadas no blog não são de minha autoria, SEMPRE que encontro, disponibilizo os créditos nas imagens.
Infelizmente, muitas delas quando encontro, são cópias das cópias, e já não possuem os devidos créditos e direitos.
A única finalidade desse blog é a DIVULGAÇÃO e COMPARTILHAMENTO de imagens das suculentas, para uma popularização no Brasil dessas plantas que são incrivelmente resistentes e tão utilizadas ao redor do mundo.
Se você se deparar com uma imagem de sua autoria ou a qual possua os créditos, por favor entre em contato comigo pelo e-mail lidianepaisagista@gmail.com, para reparação correta com a colocação da sua autoria ou para a retirada da imagem do blog.